CONECTIVIDADE E TRANSMISSÃO DE VOLATILIDADE EM COMMODITIES METÁLICAS E ENERGÉTICAS: 1998-2018

Mathias Schneid Tessmann, Marcelo de Oliveira Passos, Luiz Augusto Magalhães, Régis Augusto Ely

Resumo


Os mercados futuros de commodities metálicas e energéticas são mais independentes do que hipóteses apressadas podem sugerir. Para compreender a correlação entre tais mercados é preciso mais do que a composição físico-químicas para determinar o quanto a variação de preços, por exemplo do ouro, implica na variação dos preços da platina, ou variações no preço do cobre afetam os preços do alumínio. Quando medimos a conectividade entre os mercados através de um índice de spillover e quando visualizamos através de uma rede de transmissão de volatilidade, encontramos que, dentre as 12 commodities estudadas e suas possíveis inter-relações, apenas as relações entre petróleo e níquel e entre ouro e prata podem ser consideradas de alta conectividade. As demais encontram-se agrupadas em conectividade fraca e intermediária.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.
Associada e indexada à