GOVERNANÇA COLABORATIVA NO ENEM A formação da rede de governança que viabiliza a aplicação do Exame

Alexandre Retamal Barbosa

Resumo


Este artigo analisa a estruturação e a atuação da rede de governança de entidades públicas e privadas que geram a governança colaborativa que viabiliza a aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). São apresentados referenciais teóricos de governança colaborativa e redes de governança, assim como, a partir de uma abordagem metodológica qualitativa, é realizado um estudo de caso, de natureza exploratória, que abrange pesquisas bibliográficas, análises documentais e entrevistas semiestruturadas, centradas no problema. Entre os resultados, está a confirmação de que a crise de 2009 foi o ponto de inflexão para a formação da rede de governança que viabiliza a aplicação do Enem. As entrevistas revelaram, ainda, que a principal motivação compartilhada para a existência dessa rede é a incapacidade de uma só instituição aplicar o Enem. Portanto, nas considerações finais, merece destaque a recomendação de uma regulamentação mais consistente para a atuação da rede de governança do Enem.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.
Associada e indexada à